segunda-feira, 21 de maio de 2018

PUPUNHA RECHEADO COM CREME DE BACALHAU E TAPENADE DE AZEITONAS




Sigo a conta do Olympe e do chef Thomas Troigros no instagram, as fotos são maravilhosas e sou super fã do restaurante. Outro dia vi uma foto de um prato, do menu confiance, muito parecido com essa aqui, na mesma hora achei maravilhoso e tive muita vontade de experimentar. Pela foto, e imaginando como poderia ser, mas adorando a ideia e a combinação, fiz a receita abaixo. É importante frisar que não achei a receita do prato original do Olympe e não faço a menor ideia de como seja e que, a receita aqui é minha baseada, apenas, em uma foto. Não tenho a menor pretenção de achar que é igual a receita original ou fazer qualquer comparação possivel.

Ingredientes
Para duas pessoas
2 caules de palmito pupunha fresco e largos
1 xicara cheia de bacalhau desalgado e cozido
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 xicara de creme de leite
Noz moscada
2 xicaras de queijo parmesão ralado
½ xicara de salsinha picada
1 xicara de azeitonas pretas sem caroço
Sal e pimenta do reino a gosto
Noz moscada
Azeite

Comece moldando o palmito. Voce vai precisar de um molde cilindrico para fazer a cavidade no palmito, ou qualquer outro tipo de cortador cilindrico que possuir. Corte o palmito em um cubo de cerca de 06 cm e com o auxilio de um cilindro retire o miolo formando como se fosse um copo. Repita a mesma operação com o outro palmito. Reserve. Faça o bacalhau. Descasque e corte em cubos pequenos a cebola. Descasque o alho. Reserve. Aqueça uma panela com 2 colheres de sopa de azeite e coloque a cebola picada para refogar. Deixe refogando até que a cebola esteja levemente dourada, junte o alho picado e refogue por mais um minuto. Junte o bacalhau em pedaços pequenos, quase desfiado. Mexa bem tempere com pimenta do reino e noz moscada a gosto. Junte o queijo parmesao ralado, mexa novamente e junte o creme de leite. Prove e acerte o sal e a pimenta do reino. Desligue o fogo, junte a salsinha picada e reserve. Com o auxilio de um pincel de cozinha pincele o palmito com azeite, toda a parte interna e externa. Pegue um refratário e unte com azeite. Disponha os dois “ copos” de palmito e na cavidade central coloque uma porção generosa do bacalhau até um pouco mais da superficie. Polvilhe queijo parmesão ralado por cima e leve ao forno para gratinar. Enquanto o bacalhau esta no forno coloque as azeitonas no processador e processe até obter uma pasta. Reserve. Retire o palmito do forno quando o queijo estiver grtinado. Transfira para um prato, disponha o creme de azeitonas nas laterais do palmito e regue tudo com um bom azeite. Sirva quente.






sexta-feira, 18 de maio de 2018

CANOLI E SALGADO DE QUEIJO COM ERVAS



O Canoli é uma receita tipica Italiano da região da Sicilia, basicamente consiste de uma massa frita com um recheio cremoso, doce. Normalmente esse recheio é de ricota misturada com algum outro ingrediente que traz o sabor principal do recheio. Minha versão aqui é uma entrada salgada, que tomei a liberdade de chamar de canoli, com recheio tambem de ricota porem com algumas variações: a massa é feita de massa filo para ser mais leve e a ricota esta temperada com ervas finas e parmesão. Tudo acompanhado de uma geleia de maça com pimenta. Um delicia!

Ingredientes
Para 6 canolis
1 pacote de massa para harumaki
300gr de ricota fresca
Sal e pimenta do reino fresca
1 colheres de sopa de folhas de tomilho
1 colheres de sopa de folhas de alecrim picado bem miudo
1 colher de sopa de salsinha picada
1 xicara de queijo parmesão ralado de boa qualidade
¾ xicara de creme leite
1 clara
Óleo para fritar

Transfira a ricota para o liquidificador ou um processador, junte o creme de leite, o sal, pimenta, as ervas. Processe até obter um creme liso, se necessário adicione um pouco mais de creme leite mas cuidado pois o creme não pode ficar muito umido. Desligue o liquidificador  e misture o queijo parmesão ralado. Prove e acerte o sal e a pimenta se necessário. Reserve.  Para fazer os canolis é necessário um molde que seja possivel fritar a massa mantendo o formato de um tubo. Se voce não possuir moldes proprios, pode fazer, improvissar, montando tubos de papel de aluminio e enrolando a massa ao redor mas cuidado para não deixar pontas de aluminio que possam prender a massa na hora de retira-la depois de frita. Em uma superficie lisa abra a massa de harumaki que normalmente já vem cortada em quadrados. Pincele a clara de ovo em uma das extremidades. Sobre cada molde enrole um quadrado de massa fechando com a  extremidade que esta pincelada com a clara. Repita a operação com todas as massas. Aqueça uma panela com óleo e quando estiver fervendo coloque os canolis para fritar. Escorra e deixe em papel toalha até que estejam bem sequinhos. Retire os moldes. Transfira o creme de ricota para um saco de confeitar e preencha os canolis com o creme. Disponha sobre um prato, polvilhe parmesão ralado e salsinha. Sirva.





terça-feira, 15 de maio de 2018

FILE DE PORCO COM MOLHO DE MOSTARDA E TANGERINA COM LEGUMES GRELHADOS






Ingredientes
Para duas pessoas
2 files de lombo de porco sem osso
2 tangerinas
8 dentes de alho
½ limão
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de sopa rasa de pimenta do reino fresca
Azeite
4 colheres de sopa de mostarda dijon
6 batatas bolinha
6 cebolas bem pequenas do mesmo tamanho das batatas bolinhas
4 tomates italianos bem maduros mas firmes
2 galhos de alecrim

Comece pela carne. Em uma vasilha coloque os files e tempere com o suco do limão, a pimenta do reino, o vinagre. Esprema a tangerina e junte o suco na marinada. Esprema 2 dentes de alho e junte a marinada com a mostarda. Deixe na geladeira por, pelo menos, 20 minutos. Enquanto a carne esta marinando faça os legumes. Lave bem as batatas e coloque em uma panela com agua fervente por 15 minutos, escorra e reserve. Retire a casca das cebolas, passe rapidamente pela agua quente que estão as batatas, por 1 minuto, retire e reserve.  Unte uma travessa e coloque as batatas e as cebolas. Lave bem os tomates e coloque na mesma travessa. Junte 6 dentes de alho e as folhas de alecrim. Regue tudo com azeite, tempere com sal e leve ao forno pre aquecido por 20 minutos ou até que as batatas e cebolas estejam douradas. Faça os filés. Aqueça uma frigideira com 3 colheres de sopa da manteiga e uma colher de sopa de azeite. Escorra bem os filés de porco e coloque na frigideira para dourar de um lado e depois vire para dourar do outro. Retire os filés e transfira para um refratário, passe um pouco mais de mostarda sobre os filés. Abaixe o fogo e junte a marinada a frigideira. Deglace a frigideira, desligue e junte o molho ao refratário dos filés, leve ao forno por 15 minutos. Retire os files do forno, transfira para o prato e passe o molho por uma peneira. Coloque os legumes grelhados ao lado dos filés e sirva com uma porção de molho.





quinta-feira, 26 de abril de 2018

ATUM COM BURRATA E PESTO





Essa entradinha é uma delicia e é bem parecida com uma entrada do restaurante Gurume no Rio de Janeiro, lá elas servem um prato que eu adoro, uma entrada também, que é praticamente isso mas lógico que ninguem me passou a receita então tentei fazer a minha versão visto que o prato não tem muito misterio. O importante aqui é conseguir um atum de boa qualidade e muito mas muito fresco já que voce esta comendo o peixe cru. Esse eu comprei na peixaria e tinha acabado de chegar, pedi para o peixeiro cortar em lombos que depois, uma parte dele, virou essa entrada deliciosa. Se voce não conseguir atum fresco então aconselho nem fazer a receita. Para quem mora no Rio de Janeiro, minha indicação e onde compro meus peixes e frutos do mar, é no mercado São Pedro em Niteroi. Tem sempre peixe fresco de boa qualidade e voce conhecendo em que baia comprar então não tem erro.

Ingredientes
Para duas pessoas
1 lombo de atum bem fresco
1 burrata fresca
1 xicara de farinha panko
1 maço de manjericão fresco
Azeite
Sal e pimenta do reino a gosto

Em uma frigideira coloque a farinha panko e leve ao fogo médio até ficar dourada. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Reserve. Com uma faca bem afiada corte o lombo de atum em cubos regulares com cerca de 2cm x 2cm. Reserve. Lave bem o majericão. Em um processador coloque as folhas do manjericão e o azeite. Processe até obter um molho liso. Tempere com sal e reserve. Disponha os cubos de atum sobre um prato e sobre cada cubo coloque um pedaço de burrata. Regue com o pesto de manjericão e disponha porções de farinha panko pelo prato.




quarta-feira, 18 de abril de 2018

CAMARÃO GRELHADO COM AZEITE DE TOMATE





Esse prato fica otimo para ser servido como entrada de um jantar. A grande vantagem tambem é que a parte dos legumes voce pode deixar pronta com antecedencia e somente esquentar na hora de servir, ou seja, na hora de servir a entrada é só fritar o camarão e esquentar os legumes. Perfeito!
Ingredientes
Para duas pessoas
4 camarões VG limpos e frescos
2 ramas de tomates italiano
4 azeitonas pretas
1 cabeça de alho e mais 3 dentes
1 galho de alecrim
1 galho de tomilho
Azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
½ limao

Limpe os camarões deixando apenas o rabo. Coloque os camarões em um refratario e tempere com pimenta do reino, uma colher de sopa de azeite, o suco de limão e os dentes de alho picados. Deixe marinar por 20 min. Enquanto os camarões estão marinando faça os legumes. Lave bem os tomates e unte um refratario com azeite. Disponha os tomates e a cabeça de alho. Junte as folhas de alecrim e dois galhos de tomilho. Regue tudo com azeite, tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Leve ao forno pre aquecido 200º.C até que os tomates estejam dourados, cerca de 20min – isso vai depender do seu forno. Desligue e reserve. Aqueça uma frigideira com azeite e escorra o camarão da marinada. Frite o camarão dos dois lados mas não deixe passar de 4 min para não ficar borrachudo. Tempere com sal. Reserve. Retire os legumes do forno. Sirva o camarão com os legumes e regue com o azeite onde estavam os tomates, que deve ter ficado bem vermelho e com bastante sabor dos tomates.





terça-feira, 3 de abril de 2018

BOLO DE AMÊNDOAS COM PERAS







Tem uma conta que eu sigo no instagram que eu gosto muito que é a foodStories, ela frequentemente posta fotos de um bolo com peras na lateral maravilhoso. Acho linda essa imagem, acho esse bolo, embora simples, maravilhoso. Não peguei a receita deles mas adorei a ideia das peras e adoro amêndoas! Bom, minha receita abaixo é a junção de um bolo com massa de farinha de amêndoas as as frutas na lateral que foram, no meu caso, assadas previamente. Eu adorei, espero que voces tambem gostem.

Ingredientes
Para uma forma de 25cm de diametro
500 gr de açúcar 
250gr de farinha de trigo
250gr de farinha de amêndoas
6 ovos
1 pitada de sal
Amêndoas laminadas a gosto para enfeitar
Açúcar de confeiteiro
4 peras willians
3 colheres de sopa de açucar
1 colher de chá de essencia de baunilha

Faça as peras. Lave bem as peras e retire a casca, parta ao meio e retire os carroços porem, mantenha os cabinhos. Coloque as peras em uma panela e coloque água suficiente para cobrir as peras. Junte as 3 colheres de sopa de açucar e leve ao fogo médio por 15 minutos. Retire do fogo, escorra e reserve as peras.
Pré aqueça o forno a 180º.C. Separe as claras das gemas, cuidado para não deixar nenhum pedacinho de gema com as claras. Em uma tigela grande bata as gemas com o açúcar até obteres uma mistura homogénea esbranquiçada. Junte, cuidadosamente, a farinha de trigo e a farinha de amêndoas com a mistura de gemas e açucar.  Use uma espatula para misturar fazendo movimentos circulares de baixo para cima. Misture o sal. Em separado, bata as claras em ponto de pico firme, aos poucos misture as duas massas, as gemas e as claras cuidadosamente para não baixar as claras.
Unte uma forma de fundo falso e disponha as peras cortadas ao meio nas laterias com a parte central virada para a lateral da forma. Coloque a massa no centro da forma e leve ao forno até que esteja dourada, cerca de 20 a 30 minutos, dependendo da potencia do seu forno.

Retire do forno e deixe esfriar, retire da forma e polvilhe com o açucar de confeiteiro e as lascas de amêndoa.



terça-feira, 27 de março de 2018

TORTA FOLHADA DE COGUMELOS PORCINI





Essa torta fica ótima para um alanche da tarde ou, até mesmo, para um jantar leve durante a semana. A massa da torta é para ser comprada pronta, eu uso a marca arosa, que já comentei várias vezes aqui no blog. Aqui no Rio compro o rolo de 1 kg diretamente na loja da Arosa e deixo no freezer, vou consumindo conforme a necessidade. É super pratica e o maior coringa para várias receitas. Vale a pena comprar, no supermercado existem outras marcas e, tambem, existe o pacotinho de porção individual que já vem com a massa esticada – é abrir, rechear e assar – mais fácil impossivel. Aqui nessa versão resolvi fazer aberta como se fosse uma torta rustica, recheio de cogumelos porcini com alho poró e cebolas. Se voce quiser pode acrescentar queijo ou qualquer outro acopanhamento de sua preferencia.

Ingredientes
1 pacote de massa folhada Arosa
1 pratinho de cogumelos porcini
3 dentes de alho
3 galhos de tomilho fresco
1 cebola pequena
½ talo de alho poró
1 xicara de creme de leite fresco
1 xicara de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta do reino a gosto
1 gema
Limpe os cogumelos e corte-os ao meio ou em quatro dependendo do tamanho. Reserve. Descasque e corte a cebola em cubos bem pequenos. Reserve. Descasque e pique o alho. Aqueça uma frigideira com 3 colheres de sopa de azeite e junte a cebola picada. Misture bem e deixe refogar até que esteja transparente, junte o alho poró e refogue por 2 minutos, junte o alho picado e deixe por mais dois minutos. Por ultimo junte os cogumelos. Misture bem e tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Junte o tomilho. Se for preciso junte mais um pouco de azeite. Junte o queijo parmesão e o creme de leite, mexa bem, desligue o fogo e reserve. Abra a massa folhada e corte do tamanho de sua forma, ou se quiser faça em um tabuleiro retangular. Pincele a gema em toda a massa e leve ao forno pre-aquecido a 180º.C por 10 min somente para selar o fundo da massa. Retire do forno e coloque o recheio dos cogumelos em todo o centro da massa. Retorne ao forno e deixe por mais 15 a 20 minutos até que as laterais estejam douradas – o tempo vai depender do seu forno. Retire do forno e sirva.





sexta-feira, 23 de março de 2018

RAVIOLI DE BETERRABA E CÚRCUMA COM RICOTA




Eu amei o visual desse ravioli mas, confesso, ele é um pouco trabalhoso para quem não esta acostumado a trabalhar com massa em casa - isso, ele só pode ser feito com massa caseira! Mas não ficam lindos??! As listras vermelhas são de beterraba e as listras amarelas são de cúrcuma. O molho é de laranja com sálvia. Uma receita leve mas cheia de sabor. Fiz esses raviolis olhando videos do blog Salty Seatle, uma conta que sigo no instagram. Não é o tipo de receita que voce vai fazer no dia a dia, nem com tanta frequencia mas vale uma investida de tempo e esforço para uma ocasião especial. 😉


Ingredientes para duas pessoas
Para a massa de beterraba
1 beterraba pequena
100 gr de farinha de trigo
1 ovo fresco
Azeite
Para a massa de beterraba
100 gr de farinha de trigo
1 colher de sopa de curcuma
1 ovo fresco
Azeite
100gr de ricota fresca
½ xicara de creme de leite fresco
Sal e pimenta do reino a gosto
Suco de 3 laranjas
150gr de manteiga
½ maço de salvia fresca
Raspas de 1 limão siciliano



Para fazer a massa de beterraba. Lave bem a beterraba e, depois de seca, enrole em um papel de aluminio e leve ao forno por 40min ou até que esteja macia. Retire do forno e, com o auxilio de uma faca, retire a casca. Espere esfriar e tranfira a beterraba em pedaços para um processador, processe até obter uma massa, junte um ovo e processe novamente até obter uma massa bem lisa. Em uma vasilha coloque a farinha e faça uma cavidade no centro. Junte uma colher de sopa cheia de azeite e metade da massa de beterraba. Misture com um garfo incorporando todos os ingredientes. A massa deve ficar lisa e facil de manusear, nem muito seca, nem muito molhada. Para conseguir o ponto acrescente mais farinha ou beterraba se necessário. Embrulhe a massa em filme plastico e leve a geladeira. Faça a massa de curcuma.
Em uma vasilha junte 100gr de farinha, um ovo, 1 colher de sopa de azeite e a curcuma. Misture bem até obter uma massa bem lisa e facil de manusear, nem muito seca, nem muito molhada. Para conseguir o ponto acrescente mais farinha ou um pouco de água se necessário. Embrulhe a massa em filme plastico e leve a geladeira. Faça o recheio. No processador coloque a ricota, o creme de leite fresco, sal, pimenta do reino a gosto. Processe até obter um creme liso. Desligue o processador e acrescente metade raspas de limão. Monte a maquina de fazer macarrão e passe a massa até obter laminas finas. Abra as duas massas. A massa de curcuma corte em espaguete largo. Apoie a massa de beterraba sobre uma superficie e disponha as listras de curcuma sobre a de beterraba. Passe o rolo por cima levemente para “ prender”. Passe a massa novamente pelo cilindro para fixar as listras. Repita a operação mais duas vezes.     Com o auxilio de um cortador redondo corte 26 discos de massa. Sobre um disco coloque uma porção do creme de ricota. Molhe as bordas do disco de massa e disponha outro disco por cima. Pressione as bordas até que estejam fechadas. Repita essa operação até formar os 13 raviolis.  Em uma frigideira coloque 3 colheres de sopa de manteiga para aquecer, quando começar a espumar retire a espuma com o auxilio de uma colher. Junte as folhas de salvia e deixe por 1 minuto. Junte o suco de laranja reduzido e misture sem colher, ou seja, apenas mexendo a frigideira. Desligue o fogo e reserve.  Aqueça uma panela grande com água e sal e quando estiver fervendo junte os raviolis. Deixe cozinhar por 5 minutos e escorra reservando uma xicara de água. Transfira os raviolis para a frigideira e misture bem com o molho. Na hora de servir coloque cinco raviolis por prato e sirva com queijo parmesão ralado.



quinta-feira, 22 de março de 2018

LAGOSTINS GRELHADOS COM MANTEIGA DE ERVAS E FAROFINHA CROCANTE





Lagostins super bonitos e frescos que comprei no mercado de peixe de Niteroi e fiz como entrada para um jantar. A ideia era valorizar o sabor do lagostins por isso so coloquei uma manteiga de ervas e servi acompanhado de uma farofinha de panko bem temperada. Ficou muito bom, com certeza vou fazer muitas e muitas vezes essa receita. O bacana aqui é que você pode deixar tudo preparado e so colocar no forno na hora de servir, uma prato com sabor incrível que chama super atenção em sua apresentação.

Ingredientes
Para duas pessoas
4 lagostins frescos
½ xicara de salsinha
½ xicara de alecrim
1 xicara de manteiga
Sal e pimenta do reino fresca a gosto
2 colheres de sopa de azeite
2 xicaras de farinha de panko
1 dente de alho

Retire a cabela dos lagostins, lave bem e reserve. Com o auxilio de uma tesoura de cozinha corte a parte de baixo dos lagostins retirando a casca que cobre a barriga. Retire a carne cuidadosamente e lave retirando as viceras. Repita a operação em todos os lagostins. Misture a salsinha e o alecrim e pique bem pequeno. Pegue 2 colheres de sopa dessa mistura de ervas e separe, o restante misture com a manteiga e misture bem. Tempere os lagostins com sal e pimenta do reino moída na hora. Coloque uma porção bem pequena de manteiga dentro da casca de cada lagostins e coloque a carne de volta a casca. Faça um pequeno corte sobre cada lagostins e coloque uma porção da manteiga sobre cada um. Unte um refratário com azeite e disponha os lagostins lado a lado. Leve ao forno pre aquecido por 15 min. Faça a farofa de panko enquanto os lagostins estão no forno. Aqueça uma frigideira e coloque 2 colheres de sopa de manteiga e a farinha de panko. Regue com 1 colher de sopa de azeite e tempere com sal e pimenta do reino. Esprema um dente de alho e misture bem. Deixe na frigideira em fogo médio até que esteja bem dourada. Retire os lagostins do forno e sirva com a farofa de panko.






segunda-feira, 12 de março de 2018

POLVO COM MOLHO DE TOMATE E BATATAS ASSADAS




Essa não é a primeira receita de polvo que posto aqui no blog e, frequentemente, amigos comentam que acham difícil ou complicado fazer polvo. Não é tão complicado assim, o grande cuidado é que o polvo é uma carne .... que requer um cozimento mais lento e demorado, caso contrario, fica borrachudo e duro. Para faze-lo, por exemplo, grelhado é preciso antes cozinhar na panela e somente depois passar para a grelha. Eu faço o meu sempre na panela de pressão de 30min a 40 min dependendo do tamanho do polvo e nunca tive problema de ficar borrachudo ou duro.  A carne do polvo é super saudável, rica em proteínas, vitaminas e minerais. Pode ser servido cozido, grelhado ou assado oferecendo uma variação enorme no seu preparo. Pode parecer difícil no inicio mas não é tão complicado assim prepara-lo.
Ingredientes
1 polvo de aproximadamente 2kg
4 dentes de alho
1 folha de louro
2 cebolas grandes
Azeite
Pimenta do reino a gosto
Batatinhas para assar (quantidade a gosto)
1 vidro de passata de tomates de 300 ml

Modo de Preparo

Limpe e lave o polvo e coloque-o em uma panela de pressão junto com uma folha de louro, grãos de pimenta do reino e uma cebola. Coloque água até cobrir todo o polvo. Leve ao fogo alto ate que a panela comece a apitar, diminua o fogo e deixe por mais 40 minutos. Retire a pressão da panela e abra. Escorra a água reservando 100 ml em um copo. Eu costumo retirar a pele do polvo que fica bem facil de sair em baixo da água corrente mas fica a gosto retira-la por completo ou somente uma parte. Reserve.  Descasque as batatas e corte em pedaços médios. Descasque e pique a cebola em cubos bem pequenos. Reserve. Descasque e pique o alho, reserve. Em outra panela coloque 2 colheres de sopa de azeite, junte a cebola e deixe refogar até que esteja transparente. Junte o alho e deixe refogar por mais alguns minutos. Junte os pedaços de polvo, a passata e a água reservada onde o polvo foi cozido. Misture bem e junte as batatas. Tempere com sal, pimenta do reino a gosto. Deixe cozinhar em fogo baixo até que o mlho tenha reduzido pela metade e as batatas estejam macias. Sirva com arroz branco.











terça-feira, 6 de março de 2018

ALHO ASSADO COM MUÇARELA DE BUFALA


O alho é uma raiz que tem gosto e cheiro bem forte mas que, depois de assado, fica bem suave e com sabor mais doce. O alho assado é um otimo acompanhamento para pratos de carnes ou para ser servido, em pasta, como entrada ou tira gosto. Essa versão, assada com queijo é super gostosa para acompanhar um boa travessa de pães e torradas com um bom vinho. O queijo voce pode colocar o de sua preferencia. Aqui no blog eu ja fiz com queijo azul, gorgonzola e agora estou postando essa versão, mais light, com muçarela de bufala mas tambem adoro a versão com brie. Use a sua imaginação e faça variações com o queijo de sua preferencia.

Ingredientes
1 cabeça de alho grande
Azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
1 bola média de muçarela de bufala
Folhas de tomilho


Com o auxilio de uma faca retire a ponta dos dentes de alho sem retira-los da cabeça. Corte um pedaço de 15cm x 15cm de papel de aluminio e coloque a cabeça de alho no centro. Regue com um pouco de azeite, tempere com sal e pimenta do reino e feche o papel aluminio. Coloque sobre um refratário e leve ao forno pre-aquecido a 200º. C por 20min. Abra o forno e retire o papel de aluminio transferindo o alho para o refratario diretamente. Regue novamente com um fio de azeite, coloque um folha de tomilho sobre o alho. Parta a muçarela de bufala em pedaços e disponha sobre o alho. Volte o refratário para o forno e deixe por mais 10 min ou até que a muçarela esteja bem derretida. Retire do forno e sirva quente com torradas.



quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

NHOQUE DE BAROA COM SIRI - SEM GLÚTEN




Acho que não existe batata com mais sinônimos que a batata baroa, também conhecida, entre outros nomes, por mandioquinha, batata amarela, batata salsa, cenoura branca, etc... A batata baroa é originaria dos Andes e muito cultivada em toda a America do Sul, tem um ótimo valor nutricional, sendo fonte de vitaminas B e C e, entre nossas batatas, a de mais fácil digestão.
É enorme a sua utilização na culinária podendo substituir a batata inglesa e a batata doce em várias receitas. Aqui segue um exemplo do nhoque de batata baroa sem gluten que pode ser feito tanto com a batata inglesa, como com a batata doce, que já postei aqui

Ingredientes
Para duas pessoas
300gr  batata baroa (mandioquinha)
2 ovos
2 xícaras de farinha de arroz (ou o quanto baste, a quantidade pode variar dependendo do tamanho de sua batata e da umidade)
Farinha de arroz para polvilhar
Sal e pimenta do reino a gosto
½ xicara de caldo de legumes caseiro
½ cebola média
2 dentes de alho
200gr de carne de siri fresca catada e de boa qualidade
3 tomates maduros
½ xicara de passata de tomate (pode substituir por molho de tomate de boa qualidade)
100ml de conhaque (pode substituir por outra bebida alcoolica que seja possível flambar)
½ pimenta dedo de moça sem sementes


Descasque as batatas baroa, enrole em papel alumínio e coloque no formo quente a 220º.C por 30 min ou até que estejam macias.  Passe pelo espremedor até obter um purê. Quando estiver fria junte os ovos e misture bem. Junte 1 xícara de farinha de arroz. Misture bem e coloque a massa sobre uma superfície lisa polvilhada com a farinha de arroz. Com o auxilio das mãos verifique se a massa já esta no ponto de ser modelada, se necessário adicione mais farinha de arroz. A massa não deve ser muito firme nem muito mole. Massa muito firme deixa o nhoque pesado para a digestão, massa muito mole, com pouca farinha, se desmancha quando cozida. Corte pedaços de massa e modele, enrole em tiras e corte em cubos. Com o auxilio de uma faca, faça o corte dos nhoques. Reserve e faça o molho. Descasque a cebola e o alho e pique em cubos bem pequenos. Lave bem os tomates e retire a casca e as sementes. Corte os tomates em cubos pequenos. Reserve. Em uma panela coloque uma colher de sopa de azeite e uma colher de sopa de manteiga.  Junte a cebola e deixe refogar até que a cebola esteja transparente, junte o alho picado e deixe refogar por mais 2 minutos. Junte a carne de siri, misture bem e deixe refogar até que esteja quase seca. Junte o conhaque e flambe.  Junte os tomates picados, misture bem. Junte o caldo de legumes e a passata, tempere com sal e a pimenta do reino. Misture bem. Pique a pimenta dedo de moça e junte a panela. Prove e acerte o sal. Desligue o fogo e reserve.   Aqueça uma panela grande com água e sal e quando estiver quente, mas sem ferver, junte porções do nhoque. Espere que subam até a superfície da água e, com o auxilio de uma escumadeira, retire os nhoques e coloque-os sobre uma travessa. Repita a operação até que todos os nhoques estejam cozidos. Distribua o molho sobre os nhoques e sirva guarnecido com queijo parmesão ralado.






quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

PEITO DE FRANGO GRELHADO COM GELEIA DE PIMENTA E PURÊ DE COUVE FLOR





Essa é uma daquelas receitas que são simples mas possuem um sabor surpreendente, tambem são otimas para quem esta de dieta – diminuindo a quantidade de geleia  - porque enchem os olhos e o paladar, é cheia de sabor!
A receita da geleia eu já dei aqui no blog mas, caso voce nao queira fazer a sua em casa, pode substituir por qualquer geleia com pimenta que compra no supermercado – logico que a feita em casa é sempre mais saborosa mas vale aqui a praticidade J

Ingredientes
Para duas pessoas
2 peitos de frango limpos
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de vinagre
Sal e pimenta do reino a gosto
2 xicaras de suco de laranja
½ xicara de geleia de laranja com pimenta
½ couve flor
½ xicara de creme de leite
1 xicara de queijo parmesão ralado
2 colheres de sopa de azeite
½ xicara de manteiga

Tempere os peitos de frango para marinarem por alguns minutos. Coloque os peitos em uma vasilha e tempere com o vinagre, o suco de limão, 2 colheres de sopa de azeite, sal e pimenta do reino, o suco das laranjas e alho picado. Deixe marinando enquanto prepara o purê de couve flor. Lave bem a couve flor,  corte em pedaços medios e leve ao fogo em uma panela com água e sal para cozinhar até que esteja macia, cerca de 15 a 20 min. Escorra bem e transfira a couve flor para um processador ou liquidificador. Junte o queijo parmesão e metade do creme de leite. Bata até obter um creme liso, se for preciso junte o restante do creme de leite. Tempere com pimenta do reino, prove e acerte o sal se for necessário. Reserve.

Aqueça uma frigideira com 2 colheres de sopa de manteiga e um fio de azeite. Escorra bem o peito de frango, reservando a marinada, e coloque na frigideira para dourar. Deixe dourar primeiro de um lado, sem virar, e somente coloque do outro quando estiver bem dourado. Faça essa operação com os dois peitos, se for preciso junte um pouco mais de manteiga na frigideira. Abaixe o fogo quando os dois lados estiverem dourados e junte a marinada que estava reservada. Junte uma colher de sopa de manteiga e deixe por 3 minutos. Retire o peito de frango da frigideira e reserve no forno coberto para não esfriar. Se o seu peito for muito grosso entao deixe no forno pre aquecido por 10 min para terminar o cozimento da parte mais grossa.  Passe o molho que ficou na frigideira por uma peneira e reserve. Corte o peito de frango em tiras e sirva com o purê de couve flor, o molho e uma porção generosa de geleia de pimenta com laranja.






quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

TORTA DE BANANA COM CARAMELO





Uma de minhas filhas adora banana mas tem um problema, assim que a banana começa a ficar muito pintadinha de preto, já ficando bem madura, ela não come mais e, por mais que tente sempre comprar poucas unidades, cachos bem pequenos, de vez em quando sobram bananas, ou melhor, ficam algumas unidades de banana rodando pela cozinha. Confesso que não sou muito fã de comer a fruta in natura, só mesmo em casos de muita fome e pouca opção, mas, tambem, não gosto de desperdicio. Não gosto de ver as bananas serem jogadas fora. O que fazer então?! Tentar aproveitar e fazer outras receitas de usem banana. Doce de banana em calda é o mais rápido e prático mas é bom variar. Aqui, esse coringa, vamos chama-lo assim, vem acompanhado de uma casquinha de massa e uma calda de caramelo. Pequenas mudanças que fazem toda a diferença no doce de banana que esta dentro da casquinha! 😊

Ingredientes
Para duas tortinhas
4 bananas maduras
1 xicara de açucar mascavo
Suco de ½ limão
Para o caramelo
1 xícara (chá) de creme de leite fresco
1 ¼ de xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga
Para o massa da torta
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
100 g de manteiga gelada em cubos
⅓ de xícara (chá) de açúcar
1 ovo
1 gema
½ colher (chá) de fermento em pó

Faça o caramelo. Numa panela pequena, aqueça o creme de leite em fogo médio. Quando começar a ferver, desligue o fogo. Coloque o açúcar numa panela funda e leve ao fogo médio até derreter completamente e formar um caramelo uniforme - para desfazer os cristais de açúcar e evitar que queime, mexa de vez em quando com uma espátula de silicone. Assim que o caramelo se formar, retire a panela do fogo, adicione a manteiga e mexa vigorosamente com um batedor de arame até derreter e formar uma mistura lisa. Acrescente o creme de leite aos poucos, mexendo sempre até formar uma calda. Cuidado: o creme de leite pode borbulhar. Volte a mistura ao fogo médio e cozinhe por apenas 2 minutos, sem parar de mexer - a calda vai terminar de engrossar quando esfriar. Transfira para uma tigela e deixe esfriar em temperatura ambiente. 
Faça a massa. Numa tigela, misture a farinha, o açúcar e o fermento em pó. Acrescente a manteiga em cubos e misture com as pontas dos dedos até formar uma farofa grossa.  Junte o ovo e a gema e amasse com as mãos até formar uma massa lisa - ela é bem macia, não se assuste. Modele uma bola e envolva com filme. Leve para a geladeira e deixe por no mínimo 30 minutos para firmar antes de usar. Essa receita rende uma torta (base e cobertura) de 25 cm de diâmetro e dura até 3 dias na geladeira. Você não precisa utilizar toda a receita de uma unica vez. Você também pode assar apenas a base da torta e armazenar por até 5 dias embalada com filme, na hora de servir basta cobrir com o recheio desejado
Faça o recheio. Descasque e corte as bananas em rodelas. Coloque em uma panela pequena e leve ao fogo com o açucar mascavo e o suco do limão. Cozinhe, misturando de vez em quando, até que o açucar tenha se desolvido e caramelado um pouco com as bananas. Desligue o fogo e reserve.
Volte a massa. Retire a massa da geladeira e forre uma forma de fundo removivel. Leve ao forno pré aquecido por 20 minutos, ou até que esteja dourada. Retire a forma do forno e deixe esfriar. Retire a massa da forma e transfira para um prato. Coloque o recheio de banana e cubra com uma porção generosa de caramelo. Sirva com sorvete de sua preferencia ou simplesmente pura. 😊